fbpx

Cadências

Uma parte importante no processo de fazer a sua música “respirar” é o uso de cadências, o retorno para o acorde I/i vindo do acorde V ou iv. Quanto mais tempo levar a chegar a este ponto da cadência, mais tensão acumulará na sua música. As cadências na música servem para terminar uma *frase musical ou uma música inteira.

*Frase MusicalUma frase musical é uma linha melódica/rítmica com inicio meio e fim. Uma melodia consiste em uma ou várias frases musicais, assim como os solos. Imagine uma música como um texto, o texto tem várias frases que o compõem assim como na música existem frases musicais que compõem toda a canção.

pack-piano
Pacote completo para aprenderes a tocar piano.

Uma frase musical pode chegar ao fim simplesmente parando, mas claro se a posição em que parou não fizer sentido para o ouvinte, este não ficará muito agradado. Quando você tem uma conversa e está a tentar explicar o seu ponto de vista com certeza não parará a meio da frase sem chegar à sua conclusão, o mesmo se passa na música. Acabar uma música com a nota ou notas erradas é como acabar uma conversa sem acabar o que estava a dizer, e isso pode levar os seus ouvintes a ficarem desconfortáveis. Algum público adora ouvir música que confunda as suas expectativas, e este pode ser o público a que você quer chegar. Iremos ver três tipos de cadência:

  • Cadência Autêntica;
  • Cadência Plagal;
  • Cadência Deceptiva/Interrompida;

Cadencia Autêntica

As cadências autênticas são as cadências com um som mais óbvio e também consideradas as mais fortes. Na cadência autêntica o objetivo harmónico da frase é o acorde (V ou v). A cadência ocorre quando nos movemos do V/v acorde para o I/i acorde:

Cadência Autêntica

Na cadência autêntica acontece o que vimos na aula anterior. O acorde dominante cria a tensão e esta tensão é resolvida no acorde I, o acorde mais estável da escala.

Cadência Plagal

Na cadência plagal o nosso objetivo harmónico é chegar ao IV acorde da escala, sendo este o acorde que utilizamos para criar tensão, sendo que a cadência ocorre quando o IV acorde se move para o acorde I. As progressões IV-I, iv-i, iv-I e IV-i são todas possibilidades. A estrutura plagal tem origem na música de igreja da época medieval, que consistia maioritariamente em música vocal e é comummente referida como cadência Amen. Se estiver familiarizado com os cantos gregorianos, então já ouviu a cadência plagal em ação. As Cadências plagais são normalmente utilizadas para terminar frases musicais e não para terminar uma música, como o IV acorde não cria a mesma tensão do acorde V esta cadência não tem um som tão conclusivo como a cadência autêntica.

Cadencia plagal

Cadência Deceptiva

A cadência deceptiva, essencialmente atinge o ponto máximo de tensão no acorde V/v, assim como a cadência autêntica, mas resolve-se noutro acorde que não a tónica (I/i) – daí o nome deceptiva ou interrompida. A cadência deceptiva mais utilizada é mover o V/v acorde para o VI/vi. A frase parece que se vai para o acorde I ficando resolvida mas em vez disso vamos para o sexto acorde da escala:

Cadencia deceptiva

As cadências deceptivas são boas para utilizar quando quer enganar a audiência.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

    1 Comentário

  1. 15 Novembro, 2017
    Responder

    Muito bom!

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.