fbpx

Escalas Musicais – O que são escalas musicais?

pack-piano
Pacote completo para aprenderes a tocar piano.

Escalas Musicais são conjuntos de notas musicais ordenadas em sequência da nota mais grave para a mais aguda. Cada escala musical tem a sua própria sonoridade característica. Quando se compõe uma música, após escolher uma escala musical utilizam-se as notas que pertencem a essa escala, se tocares uma nota fora da escala escutarás um som “desafinado”.

Escalas Musicais: Como são agrupadas as notas?

A ordem das notas nas escalas musicais é definida por padrões de intervalos (já veremos mais sobre isto). Para podermos fazer essa ordenação temos de conhecer as notas musicais.

Existem 12 notas musicais ao todo sendo elas:

Dó#/Réb Ré#/Mib Mi Fá#/Solb Sol Sol#/Láb Lá#/Sib Si

A distância entre cada uma destas notas é chamada de meio tom ou semitom. Meio tom portanto é a distância mais curta que existe entre duas notas musicais. Um tom significa dois meio tons.

# Significa sustenido, ou seja a nota anterior aumentada meio tom.

b Significa bemol, ou seja a nota a seguir diminuída meio tom.

As notas naturais (Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si) são representadas no piano pelas teclas brancas e as teclas pretas representam as restantes notas intermédias. Cada nota musical tem o seu próprio conjunto de escalas musicais (escala maior, escala menor, escala pentatónica, etc).

Quais Notas Pertencem a Cada Escala Musical?

Como dissemos, a distância mais curta entre cada nota é o semitom/meio tom, e o que diferencia cada os tipos de escalas musicais é a sequência de tons e meio tons que a compõe. Por exemplo comecemos pela nota .

Sabemos que a nota Dó tem o seu próprio conjunto de escalas musicais. Existe a escala de Dó maior, a escala de Dó menor e várias outras. Se quisermos então saber a escala de Dó maior precisamos de saber a sequência de tons e meio tons das escalas maiores, que é a seguinte:

Tom Tom Meio-Tom Tom Tom Tom Meio-Tom

Todas as escalas musicais maiores têm esta sequência de tons e meio tons. Então se queremos saber a escala musical de Dó maior o nosso ponto de partida é a nota Dó. Se começarmos a contagem, dois meio tons acima da nota Dó temos:

  Meio Tom   Meio Tom  
——> Dó Sustenido ——>

Já sabemos então que a nota Ré é a segunda nota na escala de Dó maior. Continuando mais dois meio tons a partir de Ré:

Ré ——> Ré Sustenido ——> Mi

Então já temos três notas da escala de Dó maior. Dó Ré Mi

Meio Tom
Mi —–> Fá

A distância entre Mi e Fá é de meio tom assim como de Si para Dó. Então agora sabemos que a escala de Dó maior tem as notas Dó Ré Mi Fá:

Fá ——> Fá sustenido ——-> Sol

Encontrámos também o Sol:

Sol ——> Sol sustenido ——> Lá

Lá ——> Lá sustenido ——> Si

e

Si ——> Dó

Seguindo a sequência de tons e meio tons da escala maior (T T S T T T S) descobrimos que as notas que compõem a escala musical de Dó maior são: Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si. Para saberes qualquer escala maior basta seguires o mesmo procedimento começando na nota escolhida. Por exemplo a escala de Sol maior tem as seguintes notas:

Sol Lá Si Dó Ré Mi Fá sustenido Sol

Como exercício tenta encontrar a escala maior de todas as notas musicais.

Não Percas: Como Tocar Piano

Graus das escalas musicais

Também há uma coisa chamada GRAU DA ESCALA que são nomes que se referem ás relações de cada nota em particular numa escala. Estas têm numeração romana:

Tónica (I) – A primeira nota da escala, chamada também de raiz.
Super tónica (II) – O segundo grau da escala, a nota a seguir à tónica.
Mediante (III) – Terceiro grau da escala, está a metade do caminho entre a tónica e a dominante.
Sub-dominante (IV) – Quanto grau da escala, uma quinta(cinco semitons) acima da tónica.
Dominante (V) – Quinto grau da escala.
Sub-mediante (VI) – Sexto grau da escala.
Subtónica (VII) – Sétimo grau da escala.

Porque aprender estes termos? Uma coisa ótima em aprender estes termos é que conseguirás entender melhor as escalas musicais e os acordes numa forma abstrata. Uma das vantagens é ajudar a transpor a música para outro tom e dá-te uma dica para compor a tua própria música.

Para vermos um exemplo concreto: no blues usa-se muito a tónica (I), a sub-dominante (IV) e a dominante (V). Isto pode ser por exemplo uma progressão de acordes e sabendo esta relação teórica poderás tocar blues em qualquer tom usando os mesmo intervalos.

Escalas Musicas – Os intervalos musicais

Os intervalos musicais na música são a distância entre duas notas. Os intervalos mais comuns com que deves estar familiarizado são: uníssono, segunda, terceira, quarta, quinta, sexta, sétima, oitava.

Intervalos musicais

Os intervalos podem também ser utilizados para descrever a estrutura da categoria de uma escala. Por exemplo, a escala maior pode ser escrita como: 1,2,3,4,5,6,7 e a escala menor natural pode ser escrita como: 1,2,b3,4,5,b6,b7, referindo-se aos intervalos.

Sempre que quiseres tocar uma escala musical, em primeiro lugar aprende qual é a sua sequência de tons e meio tons. Depois é só aplicares essa sequência a partir de uma nota à tua escolha e saberás as notas que fazem parte dessa escala que escolheste.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.