fbpx

Tudo sobre captadores de guitarra e baixo – P.4: Captadores vintage

Neste artigo iremos ver o que são os captadores vintage. Um captador vintange literalmente significa antigo. O “estilo vintage” normalmente significa um captador concebido para ter um som similar a um captador antigo. Os captadores vintage normalmente só têm média-saída. O termo vintage é normalmente aplicado a designs criados antes de 1970.

[alert color=”red” icon=”fa-music”]Conheça o nosso Pack especial de guitarra. Curso iniciante + curso intermédio. Clique aqui.[/alert]

Os captadores vintage podem enfraquecer com o tempo, resultando num timbre mais suave. Alguns captadores são concebidos para imitar o processo de envelhecimento. Por exemplo, pode optar por escolher um captador vintage que tenha o som dos anos de 1950 ou optar por um modelo vintage que simule o som de um captador concebido em 1950 desgastado até aos dias de hoje.

Os captadores vintage tendem a ter uma maior variedade de unidade para unidade relativamente aos modernos. Há cinquenta anos um técnico de enrolamento de captadores deve ter-se distraído e deixou o captador na máquina de enrolamento mais tempo que o normal, resultando numa bobine com enrolamentos de cobre extra, e por conseguinte criando os captadores de alta-saída.

Captadores VintagePor que razão os captadores soam tão diferentes uns dos outros?

Porque eles “ouvem” diferentes segmentos das vibrações das cordas, dependendo de onde são colocados. O captador perto da ponte sempre tem um som mais brilhante que aquele mais próximo do braço, mesmo que os captadores sejam iguais. Se a guitarra ou baixo tem três captadores, o do meio fica no meio termo dos dois.

Alguns guitarristas utilizam captadores iguais em cada posição e ainda assim extraem uma sonoridade diferente de cada um. Outros utilizam diferentes tipos de captadores, muitas vezes para equilibrar as tendências tonais de uma posição de captador particular. Por exemplo, um guitarrista pode escolher um captador de média-saída para a zona do braço para utilizar nos acordes limpos, mas escolher um captador de alta-saída na ponte para um som mais agressivo e distorcido para solos.

Parte 5

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.