fbpx

Ritmo Rock'n'Roll / Blues

Quando o Rock’n’Roll nasceu da mistura do blues, country e jazz no inicio dos anos 1950s, guitarristas pioneiros como Bo Diddley e Chuck Berry muitas vezes utilizavam riffs simples em vez dos acordes de sétima. Na altura isto provavelmente parecia um processo de “preguiçoso”, uma vez que os riffs utilizados não continham a terça e então não eram considerados maiores ou menores. Contudo, esta característica do riff Rock’n’Roll continua a ser utilizada nos dias de hoje, e são os responsáveis pelos power chords(que veremos noutra aula).

Apesar do riff ser baseado em colcheias, usar a palhetada alternada não se mostrava tão apelativa como palhetadas só para baixo, e isto resulta num som mais agressivo e autentico. Esta é apenas uma das muitas técnicas estilísticas do Rock dos anos 50 que continuam hoje a influencia o punk, rock e heavy metal, confirmando o quão importante este período foi na evolução da música popular e no domínio da guitarra elétrica.

Conheça o nosso Pack especial de guitarra. Curso iniciante + curso intermédio. Clique aqui.

Exemplo 1

Neste caso estamos no acorde de Mi. Utilize o seu dedo indicador na segunda casa da quinta corda. Utilize o dedo anelar para tocar a quarta casa. É importante que toque de forma rítmica para que as duas cordas sejam tocadas quase ao mesmo tempo.

Ritmo Rock

DSC03315Enquanto o seu dedo indicador aperta a segunda casa o dedo anelar fica preparado sobre a casa 4.
DSC03316Quando o seu dedo anelar estiver a tocar a casa 4, mantenha o seu dedo indicativo apertando a casa 2.

Ouça o áudio em baixo, no caso está a ser utilizado o palm muting, uma técnica que veremos mais à frente, que consiste em encostar a lateral da sua mão direita na ponte da guitarra.

Exemplo 2

Passamos agora para o acorde de Lá. Utilize exactamente a mesma digitação que no exemplo anterior, mas atenção para não tocar a corda seis.

Ritmo de Rock 2

A7 guitarraTodo o exemplo é igual mas tocamos uma corda abaixo.
A7 guitarraUtilize o mesmo processo com os dedos indicador e anelar.

Exemplo 3

Por fim temos o exemplo em Si. Esta é uma formação que é movível, ou seja, você pode pegar no shape, na forma da mão e avançar por outras casas da guitarra. No exemplo o nosso dedo indicador está na nota Si, se avançar por exemplo para a nota Ré, e mantiver a mesma forma e a mesma distancia entre as notas que está a tocar então passa para o acorde de Ré.

Clique aqui para ler o nosso artigo: Como tocar guitarra – O guia definitivo.

DSC03320Utilize o dedo indicador para abafar a sexta corda. Basta encostar a ponta do dedo na corda.
DSC03322Agora o seu dedo anelar vai ficar sempre na casa 4 e vai utilizar o dedo mindinho para tocar a casa 6. De inicio vai ser difícil mas é apenas prática.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.