fbpx

As Ideias que nos impedem de aprender a tocar guitarra

Tocar guitarra ou qualquer outro instrumento musical é uma das atividades mais recompensadores que se pode experimentar. No entanto, conseguir tocar bem é também um dos maiores desafios que podemos propor a nós próprios. Quando se decide aprender a tocar guitarra, depois do entusiasmo inicial, começam a surgir as primeiras ideias destruidoras que podem sabotar o processo de iniciar a aprendizagem. Estas ideias podem mesmo impedir que comecemos a aprender, podendo mesmo faze-nos perder uma oportunidade única na nossa vida.

Aprender a tocar um instrumento pode ser uma das melhores decisões das nossas vidas. Neste artigo quero mostrar algumas ideias que nos impedem de começar a aprender a tocar guitarra. No entanto isto aplica-se a qualquer instrumento musical.

1 – É Demasiado Tarde Para Aprender a Tocar Guitarra

Esta é de longe a ideia mais comum que nos impede de aprender a tocar um instrumento. “Sou demasiado velho para começar a aprender a tocar” é a afirmação que mais oiço quando me procuram sobre as minhas aulas particulares. Anteriormente escrevi um artigo inteiro dedicado a esta afirmação que aconselho vivamente a leitura: 10 razões pelas quais nunca é tarde para aprender a tocar um instrumento.

Não me irei repetir em relação ao artigo. No entanto reforço a ideia de que nunca é tarde para começar a aprender a tocar guitarra. Na minha prática enquanto professor de guitarra, os meus alunos variam de adolescentes a sextagerários!

Não serei irrealista e dizer que a facilidade de aprendizagem é a mesma. No entanto está longe de ser impossível. Mais importante que “saber tocar” é desfrutar do próprio processo de aprender. Aprender a tocar guitarra, se bem acompanhado, é um processo que nos traz pequenos desafios constantemente. Esses pequenos desafios à medida que são alcançados transmitem-nos uma sensação de vitória constante.

Aprender a tocar um instrumento musical pode ser uma das melhores prendas que damos a nós mesmos.

2 – Não Nasci Com Talento Para a Música

Em segundo lugar disparado está esta afirmação. Mas adivinhem só, ninguém nasceu com talento para andar ou falar. Como se faz? Caindo e levantando, ouvindo e balbuciando. Neste caso é frequentemente citado o nome de vários músicos como: Mozart, Beethoven, entre outros. Vejamos o caso de Mozart por exemplo. Será que este nasceu com um dom divino? Será que se nascesse no meio do deserto seria o grande compositor que foi?

A verdade é que o pai de Mozart foi um músico experiente e violinista afamado. Este dedicou-se à educação do filho e impôs-lhe uma rigorosa disciplina desde os seus 4 anos de idade. Ou seja, Mozart com um pai músico teve um contacto com a música desde que nasceu. Não há nada de divino, apenas tendo esse contacto precoce, quando adulto já tinha milhares de horas de prática acumuladas.

Quando aprendemos algo tão complexo como falar, fazemo-lo porque balbuciamos durante todo o dia. A única forma de ser bom num instrumento é estudando e praticando. A desculpa da falta de talento é falha.

3 – Não Tenho as Características Físicas Necessárias

Este é outro ponto frequentemente discutido. Para algumas pessoas a crença de que ter mãos pequenas, dedos demasiado largos ou demasiado finos vai ser um impedimento. A guitarra assim como outros instrumentos musicais é extremamente versátil. Isto significa que a anatomia individual adapta-se de uma forma única ao instrumento. Existem guitarristas sem alguns dedos e num caso extremo um guitarrista sem mãos a tocar com os pés!!!

Neste ponto ter um professor pode ser essencial. Uma das funções principais de um professor de guitarra é esta: Observar o aluno, encontrar as principais dificuldades e encontrar as soluções ideais para cada um.

Para terminar, tocar um instrumento musical é puro prazer. Não faz sentido fazer comparações com músicos melhores que nós. Tocar um instrumento é exprimirmos o que nos vai na alma. É um tesouro que damos a nós próprios.

Aulas Particulares de Guitarra: Clica Aqui.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.