fbpx

Desmistificando os modos gregos 13/15: Modo Mixolídio

No artigo anterior vimos o modo Lídio. O modo Mixolídio é um tipo de modo maior (tem a terça maior) e a única nota que difere o modo Mixolídio da escala maior é a sétima menor. Algumas pessoas chama esta escala de escala dominante, porque assenta perfeitamente em acordes dominantes.

pack-piano
Pacote completo para aprenderes a tocar piano.

Comparação

I
II
III
IV
V
VI
VII
I
Sol maior
G
A
B
C
D
E
F#
G
Sol mixolídio
G
A
B
C
D
E
F
G
Intervalos do modo
1
2
3
4
5
6
b7
1

 

Observações gerais

A sétima menor é a nota que torna os acordes dominantes, então este modo é perfeito para tocas em cima de um acorde de 7ª dominante. É a única nota que difere da escala maior, e é a escala perfeita para tocar em cima de acordes 7, 9, 11 e 13. Este modo é muito utilizado no jazz, funk e blues.

Nota característica: b7 – A sétima menor é o que dá a sonoridade própria a este modo, de outra forma estaria apenas a tocar a escala maior.

Acordes associados ao modo mixolídio

Acordes dominantes – 7, 9, 11, 13

Melhores notas a tocar

O modo mixolídio só tem uma nota a ter cuidado, a mesma nota que a escala maior, que é a 4ª.

Diagramas

As notas a vermelho mostram as notas do acorde, as notas a preto mostram as notas do modo, e as azuis mostram a nota característica. Posicione a tónica (T) na décima casa da quinta corda e toque a escala em cima do acorde de Sol dominante. Experimente e ouça cada nota no contexto.

Modo Mixolídio na guitarra

No piano as notas a vermelho mostram as notas do acorde, as notas a azul mostram as notas do modo e a amarelo tem a nota característica do modo.

Modo Mixolídio Piano

Próximo artigo: Modo Aeólio.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.