fbpx

Desmistificando os modos gregos 11/15: Modo Frígio

No artigo anterior vimos o modo Dórico. O modo Frígio é outro tipo de escala menor (tem a terça menor) mas tem uma sonoridade bastante exótica devido à segunda menor. De seguida veremos um quadro de comparação do modo Frígio e os intervalos em comparação à escala maior.

pack-piano
Pacote completo para aprenderes a tocar piano.

Quadro de comparação

I
II
III
IV
V
VI
VII
I
Mi maior
E
F#
G#
A
B
C#
D#
E
Mi Frígio
E
F
G
A
B
C
D
E
Intervalos do modo
1
b2
b3
4
5
b6
b7
1

 

Observações gerais

Primeiro notar que temos uma terça menor, o que faz deste modo um modo menor. Também tem uma sétima menor de forma a que soa bem em cima de um acorde menor 7. É a segunda menor e a sexta menor que dão uma sonoridade única a este modo e devem ser utilizadas com precaução.

Nota característica: 2ª menor – A segunda menor é a nota característica deste modo, só é encontrada em outro modo, o Lócrio.

Acordes associados ao modo Frígio:

Menor, menor 7, menor7b9

Melhores notas para tocar

Cuidado com este modo, já que as notas do acorde são as únicas onde se pode repousar. Repare no som da segunda menor e da sexta menor, e utilize com cuidado. Pode ouvir que o som é bastante exótico. É muito fácil descarrilar e fazer um péssimo som com este modo – tem de arranjar forma de utilizar as notas que não fazem parte do acorde apenas como temperos e usá-las pouco, se usar demasiado o som não ficará muito agradável.

Diagramas

As notas vermelhas são as notas do acorde, as azuis a nota característica e as pretas as restantes notas do modo. Coloque a tónica (T) na 7ª casa da quinta corda e toque a escala em cima de um acorde de Mi menor.

Modo Frígio Guitarra

No diagrama do piano as notas azuis são as notas do modo, as vermelhas as notas do acorde e a amarela a nota característica do modo.

Modo Frígio Piano

Próximo artigo: Modo Lídio.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

    1 Comentário

  1. 24 Setembro, 2017
    Responder

    Ola Ricardo – parabéns amigo – continue sempre agraciando e partilhando conosco suas ideias e conhecimentos – um abç

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.