fbpx

Como escrever uma música em dez passos

Queres saber como escrever uma música? Estas dicas de composição musical vão ajudar-te a manter teus ouvintes envolvidos do início ao fim da música. Claro que este é apenas um método, mas é utilizado por muitos compositores profissionais e funciona. Isto vai ser apenas um resumo, teremos de entrar mais em pormenor em cada um dos pontos em artigos futuros. Vamos lá então ver como escrever uma música em 10 passos.

Leitura Recomendada: Como Compor um Música.

Como Escrever Uma Música em 10 Passos

1. Começa com o título para a tua música.

Escreve entre uma a cinco palavras que resumam a mensagem da tua música. O título da música deve ser curto e altamente descritivo. Tenta resumir em poucas palavras o que queres transmitir com a tua música. Não te esqueças que o título é a primeira coisa com que os ouvintes terão contato. Sendo assim é muito importante captar a curiosidade deles.

2. Faz uma lista de questões sugeridas pelo título da música.

O que significa o título da música? O que é que este título resume?

3. Decide a estrutura da música.

Como escrever uma música organizada? Resposta: Uma boa estutura. Atualmente a estrutura mais comum é: Verso / Refrão / Verso / Refrão / Ponte / Refrão. A estrutura ou forma é de extrema importância quando desejas escrever uma música. Existem várias formas de estruturar uma música. Cada parte da estrutura de uma música tem várias características e teria de escrever dezenas de tutorias só para explicar cada uma. Se queres saber mais podes ver o livro: Segredos da composição musical.

4. Responde a uma questão no refrão e a uma em cada verso.

Seleciona a questão que desejas responder no verso e no refrão. Por exemplo, no verso quererás colocar o ouvinte na história com uma escrita mais descritiva. Ou seja, colocas menos emoção nesta parte. Aqui é importante que o ouvinte perceba sobre o que estás a falar. Tens de colocar o ouvinte no cenário que desejas. Por exemplo podes deixar claro que estás a falar de uma relação acabada, de um amor platónico. Podes estar a falar de algum problema social, económico, ou simplesmente a descrever um evento da tua vida.

O verso deve deixar claro o assunto da tua música. No refrão deves responder à questão: O que sentes em relação a isso? O refrão é o momento de seres menos descritivo e mais emotivo. É no refrão que deves expressar a tua opinião em relação ao assunto levantado no verso. Estas duas distinções são de extrema importância quando queres escrever uma música. Esta diferença entre escrita descritiva e emotiva, ajudará a decidir o que farão os instrumentos na composição musical.

Não Percas: Como Tocar Piano

5. Encontra a melodia na tua letra.

Como escrever uma música que capte a atenção? Com a melodia. A nossa linguagem por si só, dá-nos sugestões para a melodia. Basta-nos prestar bastante atenção à melodia que as palavras têm. Repara que sempre que falas, não recitas as palavras como um robô. Naturalmente sem notares utilizas várias notas musicais. Lê a letra que escreveste em voz alta. Depois lê como se fosses um ator a expressar muita emoção. Exagera na emoção. Repara que algumas silabas ficam mais altas que outras. Então basta seguires essa tendência natural, e nas sílabas mais acentuadas utilizas notas mais altas, e vice-versa. Esta dica vai ajudar-te bastante a criares a melodia quando escreveres a tua música.

6. Começa a adicionar acordes à melodia.

Experimenta uma progressão de acordes simples e repetitiva. Não precisas de reinventar a roda. Quando escrevemos uma música podemos utilizar progressões de acordes já existentes. Devemos na verdade. Podes ver este artigo: Progressões de acordes que resultam sempre ou se preferires um material mais completo e repleto de progressões de acordes vê: Progressões de acordes fundamentais.

Ao escutares os acordes, estes podem sugerir-te a melodia. Experimenta utilizar o ponto anterior de recitar a letra em voz alta enquanto tocas os acordes. Naturalmente vão começar a aparecer ideias na tua mente. Depois tens de prestar atenção para cantar afinado. Quando conseguires criar uma melodia que gostes grava de imediato no telémovel(celular). É muito fácil esquecer a melodia.

7. Escolhe a questão a responder no primeiro verso.

O primeiro verso é aquele que trará o ouvinte para a situação que queres descrever. Então este deve ser o verso mais descritivo de toda a música. O ouvinte deve ficar já com uma imagem mental do que queres transmitir com a música.

8. Como escrever uma música que emociona? Conetando o verso e o refrão.

Depois de teres um verso e um refrão cria a transição entre eles. Como disse, o verso tende a ser mais descritivo e o refrão mais emotivo. Por esta razão, o refrão normalmente costuma ter notas mais agudas. As notas mais agudas na música, dão-nos a sensação de emoção mais forte. Quanto mais agudo mais forte.

Sendo assim é uma boa ideia tentares fazer a transição entre verso e refrão desta forma. Uma melodia mais contida no verso, e uma melodia mais intensa no refrão. Não te esqueças, é no refrão que tens de expressar a emoção. O refrão também é a parte da música que deve ter uma melodia mais reconhecivel. Por isto é importante que a melodia seja um tanto simples para entrar facilmente no ouvido. Lembra-te disto quando fores escrever uma música.

9. Cria o segundo verso e a ponte.

Escolhe outra questão para responder no segundo verso. O segundo verso continua a ser descritivo, mas agora podes mudar um pouco o foco. O ouvinte já está integrado na história. Agora podes por exemplo, concluir a descrição, podes apresentar uma solução, se a tua música se refere a um problema. Um exemplo concreto:

Começaste a descrever uma relação que falhou no primeiro verso. Descreveste pessoas, momentos, etc. No segundo verso podes descrever o que pensas fazer agora, como por exemplo esquecer, seguir em frente, tentar de novo, o que queiras. O importante é entenderes que no segundo verso deves trazer uma continuação da tua história.

O teu segundo refrão terá a mesma melodia e letra que o primeiro refrão. Estás agora quase a finalizar a tua música. Apenas precisas de adicionar uma ponte (não precisas mas podes querer). A ponte adiciona um pico emocional à música. A melodia da música aqui deve ser diferente do verso e do refrão. Tenta utilizar um acorde que ainda não tenhas utilizado. A ponte não é obrigatória mas pode adicionar muita força à tua música.

10. Grava a tua música.

Um simples piano e voz ou guitarra e voz pode ser muitas vezes mais eficaz emocionalmente. Não precisas de inúmeros sintetizadores – na verdade, estes até podem distrair. Pratica bastante. Estes conselhos tornam muito mais fácil escrever uma música.

Agora que já sabes os passos sobre como escrever uma música, resta-te focar em praticar quais destas partes tens mais dificuldade.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.