9 dicas para treinar a palhetada alternada

4 Maio, 2014 Guitarra , Instrumentos , Tutoriais 3526 Visualizações

A palhetada alternada é uma técnica utilizada por quase todos os guitarristas. Neste artigo pretendemos mostrar algumas dicas para desenvolver a sua técnica. Leve estas dicas em consideração quando estiver a praticar guitarra ou violão.

Veja o nosso artigo – Como tocar guitarra: Tudo o que precisa de saber. Clique aqui.

Melhorar a palhetada alternada

Dica 1: Comece muito lentamente

Em todos os materiais didáticos se menciona que deve treinar bem lentamente. Mas esquecem-se de mencionar o mais importante. Esteja relaxado. Só porque está a tocar a 40 bpm não significa que está a tocar lento o suficiente. A sua perspetiva de lentamente pode não ser a mesma que a de outra pessoa. Normalmente os exercícios dizem-lhe para começar a 60 bpm, mas apenas deve começar neste tempo se já tocou na guitarra e passou algum tempo a habituar-se à mesma. Terá de tocar incrivelmente devagar, tomando atenção no quão tensos os seus músculos ficam, e se puder ficar relaxado num maior período de tempo.

Dica 2: Postura enquanto pratica

A postura é um dos aspetos mais menosprezados quando se pratica guitarra e violão. A importância da postura não pode ser menosprezada, pois ela pode salvar-lhe de lesões permanentes a longo prazo e a má postura pode ser também a causa de um progresso lento. Lá porque alguns dos seus ídolos guitarristas possam ter uma má postura não significa que tenha de ter também. Algumas dicas na postura:
Sente-se direito e não desleixado.
Mantenha o seu corpo, nomeadamente os seus ombros, pulsos e pescoço relaxados.
A guitarra deve estar bem levantada, então utilize um apoio para o pé se possível.
Se em pé, não deixe a guitarra ao nível dos joelhos e curvado para tocar. Tocar desta forma é muito perigoso.

Dica 3: Respiração

A respiração pode parecer uma dica sem sentido, mas ficaria surpreso se lhe prestasse atenção. Quando aprende algo novo, ou quando treina os músculos para fazer algo um pouco mais rápido, repare nasua respiração. Ficaria surpreso com o quanto a sua respiração muda quando o seu corpo está tenso e relaxado. Respirar é algo fácil de tomar atenção e pode fazer uma diferença enorme.

Dica 4: Utilize um temporizador

Quando está a aprender uma nova técnica é importante continuar a fazer o exercício por um período de tempo decente. Por exemplo, pegue num exercício de palhetada alternada e repita a um tempo lento durante 5 minutos seguidos. Se não o conseguir fazer então provavelmente ainda não adquiriu força e resistência suficientes.

É importante adquirir estas características. Não é bom estar apto a tocar colcheias a 80bpm apenas quatro vezes.

Dica 5: Seja eficiente

Ser eficiente é utilizar os dedos corretos para executar os exercícios. Se não imagine o quão os dedos têm de viajar pelo braço da guitarra. É muito melhor estar apto a relaxar os dedos e ter eles em cima dos trastes, que os ter tensos e a viajar uns trastes para a frente e para trás. Aprender a manter as suas mãos e dedos relaxados enquanto minimiza o tempo para chegar às notas irá melhorar a sua velocidade e sonoridade.

Dica 6: Consistência

Consistência é outro aspeto de extrema importância que deve ter. Aprender uma nova técnica consome muito tempo porque está a treinar o seu cérebro a coordenar os seus mais complexos músculos a fazer algo que não está habituado. Isto significa que tem de haver uma adaptação neurológica e muscular, e isso leva algum tempo. A única forma de acelerar este processo, por estranho que pareça, é treinar lentamente e frequentemente. Deve começar a adicionar à sua rotina de treino exercícios focados na técnica durante um tempo. Por exemplo, pegue em três ou quatro exercícios de palhetada alternada e pratique-os durante 5 minutos sem parar. Faça isto 5 dias por semana ou quantas vezes treinar por semana.

Dica 7: Faça pausas

Pausas vão permitir que os seus músculos relaxem assim como vai permitir a sua mente relaxar. A concentração é como um músculo no ginásio, deve treinar intensamente durante um curto período de tempo e relaxar um pouco. Isto vai permitir que estes 5 minutos de concentração sejam de concentração total, depois recupera, depois mais 5 minutos de concentração total. Isto é muito mais rentável que praticar 2 horas seguidas com a concentração a metade.

Dica 8: Trabalhe o pulso

A palhetada alternada vem do pulso. Utilizar o pulso fá-lo ter mais controlo e consistência. Deve trabalhar para ter o seu antebraço relaxado apoiado no corpo da guitarra.

Dica 9: Agarrar na palheta

Todos têm uma preferência quanto a agarrar na palheta. O ideal é agarrar a palheta entre a palma e a lateral do seu dedo indicador e o polegar. Tente e mantenha os resto dos dedos da mão relaxados e soltos.

Sobre o autor

Artigos relacionados

0 Comentários

Ainda sem comentários

Podes ser o/a primeiro/a a comentar este post!