Back

Manager da formação original dos Guns'n'Roses culpa Michael Jackson pela rixa de Axel Rose e Slash

slash_michael_jacksonMichael Jackson é a principal razão pela qual a relação de Axl Rose e Slash começou verdadeiramente a descambar. Isto é, na opinião de Doug Goldstein, manager da formação original dos Guns’n’Roses. Recentemente, Goldstein esteve à conversa com a Rolling Ston Brasil para falar sobre o seu tempo com o lendário grupo e pesou sobre as décadas de rixa entre os dois músicos.

Então, como é que o Rei da Pop está entre os dois músicos? Aqui vai o que Goldstein disse à revista brasileira:

Em 1991, estávamos na estrada, e o Slash foi ao meu escritório e disse ‘Estou de saída amanhã para tocar com o Michael Jackson num concerto de tributo.’ Eu disse-lhe para não o fazer porque o Axl foi molestado pelo seu pai quando tinha dois anos de idade, e acredita nas acusações que recaem sobre Michael Jackson. Todos sabiam que Eddie Van Halen recebera 1 milhão de dólares para tocar em ‘Beat it’. Então eu perguntei ao Slash, ‘Quanto é que vais receber?’, e ele respondeu, ‘apenas uma grande televisão’.

Quando o Axl soube que o Slash estava a ir tocar com o Michael Jackson e que o pagamento era uma grande tv, ficou devastado.” O manager continua. “Ele pensou que o Slash iria suportá-lo e estar contra todo o tipo de abuso. Do ponto de vista do Axl Rose, esse foi o único problema. Ele podia ignorar as drogas e o alcool, mas nunca o abuso infantil.

Slash acabou por colaborar com Michael Jackson várias vezes, notavelmente na música icónica “Black or White“. E agora a grande questão é: “O que seria preciso para reunir Slash e Axl Rose?”, e aqui está o que o gestor pensa a respeito: “O Slash teria de pedir desculpas pelo episódio com o Michael Jackson. E eu acredito piamente… que eu seria o gestor para os reunir, não acredito que mais alguém o conseguiria.

Fonte: Loudwire.

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.