Entrevisa a Kléber Oliveira

11 Junho, 2014 0 Comments Blog , Curiosidades 618 Views
Entrevisa a Kléber Oliveira

É com grande agrado que iniciamos as nossas entrevistas na academia musical. É com maior agrado ainda que a primeira entrevista seja com Kléber Oliveira. Kléber Oliveira é músico compositor Brasileiro há mais de vinte anos. É um guitarrista exímio, e tem um canal no youtube (TurboGuitar) onde dá aulas de guitarra. Como guitarrista destaca-se a sua veia de virtuosismo. Kléber Oliveira concedeu-nos um pouco do seu tempo para algumas questões, que vamos ver de seguida.

 

 

1 – Para quem não conhece, quem é o Kleber Oliveira?

Kleber Oliveira…Músico, compositor, produtor e professor…Mais de 20 anos de amor e dedicação a arte musical.

2 – Quando começou a tocar guitarra?

Por volta dos meus 16 anos de idade, em meados de 1991.

3 – Quando e como percebeu que queria fazer da música a sua vida?

Nesta mesma época, eu curtia muito música de uma forma geral, mais Rock Clássico mesmo, tanto os saudosos LPs quanto shows em VHS, e um dia, na casa de um amigo, assistimos a um show do Led Zeppelin, e ao ver a imagem do mestre Jimmy Page, todo suado, com sua majestosa Les Paul e armado de um arco de violino pensei: “Sim, é isso que quero fazer da minha vida.”rsrsrs

4 – Sei que grande parte, ou a maioria da sua aprendizagem foi feita de forma autodidata, o que é louvável visto o seu nível como músico. Pode esclarecer-nos como foi o seu trajeto de aprendizagem?

É verdade…Bom, bem no início de meus estudos fui indicado por um amigo a fazer aulas com um músico profissional, que acompanhava um conhecido cantor sertanejo na época.
Digo isso porque nem sempre um bom músico é um bom professor ou instrutor de guitarra, e foi o que aconteceu nesse período. O cara era um ótimo guitarrista, muito divertido e etc, mas eu não evolui absolutamente nada nesse tempo que “estudei” com ele.
Como eu trabalhava muito, ganhava pouco e tinha muitas responsabilidades relacionadas a questão financeira eu não tinha condições de pagar um bom professor ou uma escola de música.

Sendo assim fui buscando meios “paralelos”de estudo, ou seja, sozinho…rsrsrs. Sozinho quer dizer, sem estar em uma sala, com um professor te dando atenção e tirando suas dúvidas… Mas sempre fui muito curioso e dedicado. Sou da geração dos VHS, e vivia na galeria do Rock fuçando e comprando materiais que julgava importantes, além de muitas revistas especializadas e songbooks.

Me considero por esse pondo de vista aluno de grandes nomes da guitarra nacional e internacional…rsrsrs.

5 – Quais foram as suas maiores dificuldades neste trajeto de músico?

Basicamente a falta de dinheiro. Haviam momentos em que comprar cordas para a guitarra era um tormento…hahaha. Apoio da família, dificuldades relacionadas a trabalhos e etc etc etc são normais e fazem parte do processo, não acho que isso deva ser levado em conta.

6 – Neste momento vive exclusivamente da música?

EXCLUSIVAMENTE!!! Há anos aliás.

7 – Tem um canal no youtube, o TurboGuitar, onde faz vídeo aulas de guitarra. Como surgiu a ideia de fazer este canal?

Bom, filosofando um pouco (hahaha) eu acho ridículo passar por esse mundo como se nada tivesse acontecido. Se escolhi a música como meio de vida, se é o que amo fazer, por que não dividir esse entusiasmo com outras pessoas? Porque não dividir com o mundo, literalmente, o que aprendi durante esses anos de estudo e vivência musical? Se na minha época houvesse Youtube, Google e internet de uma forma geral a minha vida teria sido infinitamente mais fácil…Quero proporcionar as pessoas o que eu não tive.

Basicamente isso. Não preciso guardar minhas experiências adquiridas para mim.

8 – O que acha desta nova geração de informação rápida? Muitos músicos consideram que é bom ter tanta informação mas dada a facilidade os novos estudantes “agarram-se” menos. E devido ao excesso de informação não aprofundam cada elemento do estudo como deveriam. O que acha?

Simples…Para aqueles que sabem se utilizar de todas essas facilidades relacionadas ao que mencionou, ótimo, parabéns!!! Se tornará um excelente profissional, alcançará ótimos resultados, sempre estará a par das novidades e etc.

Para os outros podemos usar o velho ditado: Vem fácil, vai fácil.

A maioria dos que querem saber tudo, acabam não sabendo nada, não se focando em nada e não obtendo 100% do mínimo.

9 – Atualmente segue alguma rotina específica de estudos?

Não, por conta do tempo. Procuro me focar em coisas que me despertam interesse e periodicamente me dedico a um determinado estudo, ou de técnica, ou de harmonia e por ai vai. Quando estou estudando improviso nas aulas, com meus alunos, aproveito para deixar os meus melhores…rsrs

10 – Em termos de composição musical. Tem algum hábito na forma de compor? Ou é de alguma forma aleatória?

É aleatório. Tem vezes em que acordo com um tema na cabeça e em cinco minutos ta tudo pronto. Outras vezes, testando um pedal, pedaleira ou guitarra, fico brincando com escalas e acordes quando de repente surge uma ideia que acaba se transformando em música.

E tem vezes em que pego a guitarra e não sai porcaria nenhuma…hahaha.

11 – O Kléber continua a lançar os seus trabalhos em formato de CD. Quantos Cds tem e onde as pessoas podem ver e adquirir o seu trabalho?

Estou com dois CDs, o Intense Rock e o Bivolt.

Ambos podem ser adquiridos comigo pelo e-mail: [email protected] ou pela Free Note, livraria que vende todo o meu material didático há mais de dez anos. Os dois são instrumentais.

Continuo lançando em CD, fisicamente falando…ainda acredito neste formato de mídia…se ele não fosse mais viável 99% dos músicos e bandas do planeta já teriam aderido a outra forma de trabalhar. Atualmente estou produzindo meu terceiro CD.

kocd2KOCD

12 – Nas suas músicas a componente técnica é claramente evidente. Se pudesse escolher as suas 3 maiores influências musicais quem seriam?

Estava demorando pra vir uma pergunta difícil…hahahaha. Só três??? Afff!!!

Bom…Van Halen – Joe Satriani – Paul Gilbert.

13 – Também tem métodos de guitarra à venda. Poderia descrever brevemente cada um deles e onde as pessoas podem adquirir?

Meu primeiro método lançado é o Desenvolvimento Técnico.

Neste eu abordo como o título sugere assuntos relacionados a técnica. Claro que tem muita coisa conceitual como o estudo das escalas mais importantes, padrões melódicos, tríades, técnicas como hammer on e Pull Off, Two hands e o início do estudo de harmonia.

Tenho o DVD Desenvolvimento Técnico que tem exatamente os mesmos assuntos, só que em vídeo. No Desenvolvimento Técnico, além do apelo da técnica, entro de forma mais profunda no estudo harmônico e dos licks e fraseado.

Tenho o livro Frases-Licks-Idéias Rock Guitar. Neste eu cataloguei 99 exemplos onde encontramos uma variedade de técnicas aplicadas de forma prática e musical. Ai vem os “The Guitar heroes Collection”. São 4 livros onde foco nas técnicas, frases e licks de grandes nomes da guitarra mundial.

Volume 1 – Paul Gilbert

Volume 2 – Greg Howe

Volume 3 – Joe Satriani

Volume 4 – Richie Kotzen

Todos acompanhados de CD com os exemplos e velocidades variadas. Também podem ser adquiridos da mesma forma dos CDs.

14 – Dá aulas particulares de guitarra? Se sim como devem contatar para mais informações?

Sim, é a minha principal atividade aliás.

Para maiores informações –[email protected]

15 – Que conselho daria a quem quer viver de música no Brasil?

Faça isso porque quer fazer, porque isso te faz feliz, te satisfaz e te completa. Dessa forma, todo o processo pelo que terá que passar se tornará mais fácil.

16 – Por último gostaria de deixar alguma mensagem a quem está a ler esta entrevista e sonha ser músico?

Primeiramente obrigado por ter lido até aqui, espero muito que estas informações possam ajudar e inspirar os aspirantes ao estudo da música e da guitarra. É um caminho longo e difícil, mas qual não é? Respeitem seu tempo.

Não queiram abraçar o mundo de uma vez só.

Não tenham vergonha de não saber e de perguntar.

Respeitem os outros.

Pratiquem a humildade.

Ajudem aos que sabem menos que você.

Obrigado a todos…

[hr]

Em nome da academia musical agradeço imensamente ao Kléber por ter disponibilizado o seu tempo a conceder esta entrevista, e espero que tenha tanto sucesso quanto a grande qualidade do seu trabalho! Fiquem com uma amostra:

Comentários

Comentários

About author

Related articles

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!