fbpx

Como criar um repertório musical

Criar, aprender e dominar um repertório musical é parte de ser músico. É a sua oportunidade de mostrar quem você é como músico. É uma sensação magnifica estar confiante e preparado quando alguém lhe pede para tocar alguma coisa, tocar espontaneamente em frente de uma audiência porque sabe que consegue ou então estar apto para tocar relaxado em casa, na praia, numas férias, com a sua família, amigos, sem depender de folhas cifradas ou partituras.

Como músico ter o seu repertório far-lhe-á sentir-se livre. Montar um repertório quando toca com uma banda pode ser desafiador também. Dependendo do número de músicos, o tipo de músicos e instrumentos na banda (guitarra acústica, elétrica, voz masculina, feminina, baixo, contra-baixo, etc) as músicas terão uma influencia diferente de estilos.

Para cada instrumentos tantas ideias vêm à mente. Então como irá você criar o seu próprio repertório?

Escolher a músicas certas

Pegue num papel e lápis ou no seu computador se preferir. Escolha que você gosta e músicas apelativas para a audiência. É provável que as músicas que escolher permaneçam no seu repertório por um bom tempo portanto escolha com sabedoria (com o seu coração). Se estiver a tocar covers e quiser tocar músicas que assentam bem por uma grande quantidade de pessoas então músicas dos Beatles ou dos Eagles são sempre uma boa escolha. Claro isto depende do estilo musical que quer tocar, assim como a media de idades da audiência para quem vai tocar.

Uma de cada vez

Aprenda uma música de cada vez. Memorize os acordes e as progressões. Memorize a letra. Pratique toda a estrutura da música cuidadosamente: o verso, o refrão, a ponte, solo, intro e outro. Aprenda a música completamente antes de avançar para a próxima.

Nível de Performance

Assegure-se que consegue tocar as suas músicas do início ao fim a uma nível de performance. Isto significa que consegue tocar a música sem falhas ou erros muito claros.

A ordem

Uma vez que tenha escolhido as músicas para o seu repertório tem de decidir a ordem que vão ser tocadas. Onde colocar as músicas na sua lista? Quer começar com uma balada lenta ou abrir em grande? Não existe uma fórmula para a ordem das músicas no seu repertório. Terá de experimentar e entender o que funciona melhor.

Se tem uma grande quantidade de músicas lentas e só algumas mais mexidas ou vice-versa é uma boa ideia misturar um pouco. Mantém as coisas interessantes para o seu publico.

Número de músicas

A duração do seu show irá determinar quantas músicas estão na sua lista. Se tocar durante 45 minutos então 12 a 13 músicas é suficiente. Para uma hora, vamos meter 14 ou 15. Então se quiser tocar por duas horas irá necessitar de 30 músicas. Lembre-se de colocar duas músicas extra para o seu encore. Assegure-se que elas valem a pena.

Pratica e repetição

Uma vez que tenha um monte de músicas no seu repertório memorizadas e preparadas para tocar ao vivo tem de continuar a tocá-las com regularidade para guardá-las na sua memória de longo termo. Se não as tocar eventualmente irá esquecer-se delas. Quanto mais músicas adicionar à sua lista mais importante é praticá-las e tocá-las em frente de uma audiência.

Observe

Existe muito para aprender a observar e a ouvir outras bandas que tocaram antes de si. Veja concertos ao vivo e concertos no youtube das suas bandas favoritas e artistas e veja como eles interagem com o seu público. Como começam o concerto? Quando e como alteram de uma balada para uma música mais mexida? Como acabam o concerto? Existe muito a aprender ao observar.

Pequena conversa

A interação com a audiência é sempre boa. Desta forma cria ligação com os seus ouvintes. Apresente-se e diga algumas palavras entre as músicas. Se tiver problemas com esta pequena conversa prepare-a. Escreva algumas linhas que possa utilizar entre as músicas. Diga algo sobre a música, o criador da música, uma anedota que mantenha a audiência animada. Seja criativo.

Imprima

Agora que tem o seu repertório é tempo que o utilizar em frente da audiência. Imprima a lista de músicas que irá tocar. Cole a lista ao chão ou em qualquer lugar que a veja. Assegure-se que as letras são grandes o suficiente para conseguir ler à distancia.

Experimente a alegria e a liberdade de ter o seu próprio repertório!

Ricardo Frade

https://www.facebook.com/RicardoF.Guitarra/

Professor de guitarra e criador da Academiamusical.com.pt, Ricardo Frade é um apaixonado pela música e pretende incentivar o estudo da música em Portugal e Países Lusófonos.

O seu instrumento primário é a guitarra. O instrumento secundário é o piano. É aficionado por bandas sonoras instrumentais, área onde ambiciona atuar. Trabalha com ensino musical, produção musical e deseja conseguir contribuir para a dinamização do ensino da música em Portugal.

Deixa aqui um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.